segunda-feira, 28 de março de 2016

Porque não foram protestar contra os traficantes?

Uma manifestação fechou o trânsito na Avenida Ministro Edgar Romero, em Madureira, Subúrbio do Rio, no inicio da tarde desta segunda-feira (28), por volta das 13h.


Os participantes protestam por causa da morte do menino de 4 anos Ryan Gabriel Pereira, baleado na porta da casa do avô no último domingo (27).


De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, ao menos dois ônibus, sendo um deles do BRT, e uma estação do sistema de transporte foram incendiados.

As chamas foram controladas por bombeiros da unidade de Campinhos, às 14h30.

O Mercadão de Madureira, o principal centro comercial da região, foi fechado e pedestres se esconderam para tentar se abrigar. Motoristas também voltaram na contra mão.
noticiasband

Ryan Gabriel foi atingido no tórax durante um confronto entre traficantes de facções rivais.
Tudo bem, nos causa revolta a morte de um menino de quatro anos de idade. Mas vejamos: Houve motivo para fazerem o que fizeram? Claro que a “manifestação” foi orquestrada pelo tráfico, pois se fosse espontânea da sociedade ordeira, ônibus e estação BRT não teriam sido destruídos. Quem perdeu foi a comunidade.

Perdeu dois ônibus que os serviam, perdeu uma estação na comunidade e perdeu seu trabalho centenas de trabalhadores informais que vivem da revenda de produtos comprados no Mercadão de Madureira.

Também perderam o direito de ir e vir centenas de milhares de pessoas que desejavam chegar em casa após o trabalho ou lazer, nisso eles não pensaram, mas reivindicam quando lhes afeta.

Dedurem os causadores desta morte, depredar, incendiar ônibus e estações de transporte público não enobrece a manifestação, muito pelo contrário, dezenas de pessoas foram roubadas e carros saqueados ao se verem no meio deste conflito. Tá na hora de atentarem para o mal que alimentam, o tráfico que mata.


Usuários de crack se aglomeram em calçada da Rua Leopoldino de Oliveira, em Madureira
Amanhã os produtos roubados na "manifestação" estarão sendo negociados nas diversas vielas e becos da "cumunidade" sem nenhuma referencia à morte do menino. O dinheiro proveniente do "comercio" da "rés furtiva" conseguida na "manifestação" irá alimentar o tráfico na medida em que será usado na compra dos diversos produtos tóxicos, fechando o ciclo desta e alimentando novas mortes.


Um comentário:

  1. PARABÉNS !! AO POVO! FICARÃO SEM CONDUÇÃO UM BOM TEMPO.

    ResponderExcluir