sexta-feira, 29 de abril de 2016

Coronel Ustra, sua glória ressuscitou com força


A simples referencia ao Coronel Carlos Brilhante Ustra teria passado despercebida, estando ele até hoje ignorado em seus feitos contra os assassinos terroristas que outrora infestaram o País. Mas no grito da esquerda que homenageia sem discriminação seus assassinos terroristas contra a citação de Bolsonaro, despertou a atenção da sociedade. Hoje ela quer saber quem foi o Coronel Ustra. Prova disso é o esgotamento das edições do livro Verdade Sufocada.


O interesse pelos “ídolos” da esquerda também foi despertado, estando eles hoje sendo objeto de repulsa quando esclarecida a comparação.

Sem voz, sem argumentos, sem moral e sem qualquer referencia que mereça credito, a esquerda ao invés de se posicionar conforme o que hoje é exigido se deteriora ainda mais, teimando em acreditar que a sociedade permanece idiota como eles.





Não estou interessado em promover Bolsonaro, mas em mostrar a verdade. E ela se mostra na medida em que o povo se esclarece, deixando a esquerda cada vez mais desmoralizada em seus atos.

Aos que defendem o cuspe de Jean como sendo também o seu, lhes pergunto se o cú cagado e a vagina mijada da “professora” infantil Priscilla também são seus. Se o ânus com um crucifixo enterrado também é o seu. Se o dedo que explora o ânus alheio também é o seu.
Os tempos mudaram, os pensamentos também. Continuem trilhando neste caminho, assim nos ajudarão a desconstruir mais rapidamente toda a mentira que plantaram.

Um comentário:

  1. ninguém vai fazer estas cenas no Iraque e na síria para protestar ... esquerda é ridícula,sugiro que todos os militares que são chamados de fascistas, racistas, homofóbicos e machistas pela esquerda sejam retirados do combate ao isis e que assumam os esquerdistas o posto.

    ResponderExcluir