domingo, 25 de setembro de 2016

Juiz Templário, GUERREIRO

SÉRGIO MORO

A formação pessoal e profissional do Juiz Sérgio Moro é realmente admirável. 



Formado em Direito e Antropologia, é fascinado por livros clássicos e apaixonado  pelas artes de combate, pois é Faixa Preta 2º DAN de karatê, 1º DAN de Aikido e Faixa Roxa de Judô, além de exímio atirador (armas curtas e longas)  é especialista em combate com faca, com curso de operações especiais na PF, por isso é um guerreiro, um grande estrategista. 

É leitor voraz dos Grandes Pensadores e escritores universais, dentre eles o Nicolau Maquiavel.
Só uma pessoa com o conhecimento do escritor renascentista italiano, que escreveu sobre política de estado, teria essa sagacidade e a esperteza para destroçar a ideologia nefasta, comunista e exploratória implantada pelo PT - Partido dos "Trabalhadores".  

Para isso, ele age com sobriedade e adota um estratagema de forma a não permitir que as suas decisões sejam contestadas pelos tribunais superiores, a exemplo do STF e do STJ. 
Sergio Moro aprendeu tudo com Maquiavel, certamente devorando o Príncipe, seu livro mais conhecido.  
Trabalha com paciência, como um exímio enxadrista, para acuar o ex-presidente e seus "vampiros" até o golpe fatal, o xeque-mate que se aproxima, com a movimentação cuidadosa no "Tatame da vida" e das peças no tabuleiro.


É assim que o juiz Sergio Moro está montando o quebra-cabeça do maior escândalo da história do país, organizando  o jogo de xadrez com inteligência e a paciência de um monge Templário.
A prisão do Lula virá ... e esse fato será o coroamento dessa operação incansável dos nossos Templários.

Em entrevista, o Juiz Templário disse a seguinte frase do Nicolau Maquiavel: "Os homens julgam, em geral, na base das aparências mais do que da substância. Pois todos têm olhos, mas poucos possuem o dom da sagacidade". E acrescentou com tom forte na voz: "Eu me preparei a vida inteira para o combate.
 Não temo nada, sou um Homem livre e de bons costumes. Estou pronto para a guerra."


COMPARTILHE!
Temos esta obrigação!!!



Um comentário: